Segunda-feira, Julho 22, 2024
Mais

    Artigos Recentes

    Como ajudar os patudos no frio

    As temperaturas tem estado amenas, mas a verdade é que nos dias em que se faz muito frio, nós não somos os únicos a sofrer com as baixas temperaturas. Também os nossos patudos, às vezes, não respondem bem ao frio. Principalmente, nas localidades que fazem sentir temperaturas negativas.

    Proteger as extremidades de um animal de estimação do congelamento e do sal usado para descongelar as estradas é importante, explica Dana Varble, chefe veterinária da Comunidade Veterinária da América do Norte. A veterinária explica, “Quando a temperatura desce para entre 6 graus negativos e 12 graus negativos e condições abaixo de zero, as queimaduras de frio podem ocorrer muito rapidamente”.

    “As pontas das orelhas e as pontas das caudas são as mais atingidas, e os animais mais pequenos são mais rapidamente afetados. Primeiro, verá a pele ficar pálida e as orelhas podem começar a dobrar ou enrolar porque os tecidos estão a ser danificados.”

    Os gráficos online sobre as queimaduras, que indicam o tempo que podemos ficar expostos no exterior sem proteção, segundo a temperatura, aplicam-se não só aos humanos, mas também aos nossos patudos.

    Dana Varble explica “A maior parte dos animais de estimação não são como os cães de trenó, que estão sempre no exterior a ambientar-se lentamente ao frio ao longo de semanas ou meses. A sensação de vento também é importante. O vento corta o pelo tal como corta o nosso equipamento de inverno”.

    Os especialistas chamam atenção ainda para as casas frias. Estes ressalvam a importância de ter uma cama quente e de apoio, especialmente para cães e gatos com artrite, mas sempre com atenção às instruções de segurança antes de utilizar.

    Dana Varble chama a atenção ainda para as entradas salgadas. “Pode causar perturbações gástricas e irritação da boca se estiverem a ingerir ou a lamber os pés com sal. É uma boa ideia limpar rapidamente as patas quando chegam, porque a sua inclinação natural é lamber os pés a dada altura.”.

    Segundo a American Veterinary Medical Association, se o seu patudo de estimação estiver “a choramingar, a tremer, parecer ansioso, abrandar ou parar de se mexer, parecer fraco ou começar a procurar locais quentes para se esconder, leve-o rapidamente para dentro de casa, porque está a mostrar sinais de hipotermia”.

    Como ajudar os patudos no frio
    Fonte: CNN Portugal

    1 COMENTÁRIO

    Coloque aqui o seu comentário

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Latest Posts

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img

    Assine a nossa newsletter

    para ser atualizado com todas as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.