Segunda-feira, Julho 22, 2024
Mais

    Artigos Recentes

    Inteligência Artificial decifra ladrar dos cães

    Já alguma vez se perguntou o que é que o seu cão está a tentar dizer quando ladra, rosna ou geme? Pesquisadores desenvolveram um modelo de Inteligência Artificial (IA), num estudo recente, capaz de interpretar com precisão os ladrares dos cães, distinguindo entre diferentes tipos de vocalizações e até identificando características específicas como raça, idade e sexo do animal.

    Esta inovação foi apresentada na Conferência Internacional Conjunta sobre Linguística Computacional, Recursos Linguísticos e Avaliação. O estudo explorou como a Inteligência Artificial pode entender a complexa linguagem dos cães, algo que até então parecia ser uma tarefa quase impossível. A equipa de pesquisadores utilizou um modelo de Inteligência Artificial chamado Wav2Vec2, originalmente desenvolvido para o reconhecimento da fala humana, e adaptou-o para analisar vocalizações caninas.

    Os pesquisadores reuniram dados de ladrares de 74 cães em Tepic e Puebla, no México. Esses cães, que variavam entre 5 e 84 meses de idade, incluíam raças como Chihuahuas, Caniches Franceses e Schnauzers. As gravações foram feitas em ambientes domésticos naturais para capturar respostas autênticas dos cães a diversos estímulos, como a presença de estranhos, brincadeiras e situações de estresse simuladas.

    As vocalizações dos cães foram gravadas usando uma câmara Sony CX405 Handycam. Em seguida, os áudios foram segmentados e anotados manualmente de acordo com o contexto em que ocorreram, resultando em 14 categorias distintas de ladrares, como ladrares agressivos para um estranho ou ladrares de brincadeira durante jogos.

    A parte central da pesquisa envolveu o ajuste do modelo Wav2Vec2 para entender estes ladrares. Inicialmente treinado para reconhecer fala humana, o modelo foi ajustado com os dados das vocalizações caninas para realizar tarefas como:

    • Identificação de cães individuais: O modelo conseguiu identificar cães específicos com uma precisão notável de quase 50%, muito superior aos 24% de um modelo treinado apenas com vocalizações de cães.
    • Determinação da raça do cão: Com uma taxa de precisão de 62%, o modelo conseguiu diferenciar raças de cães a partir dos seus ladrares, sugerindo que cada raça tem um padrão vocal distintivo.
    • Previsão do gênero do cão: Esta tarefa foi mais desafiadora, indicando que as diferenças vocais entre machos e fêmeas são menos marcantes.
    • Contextualização dos latidos: O modelo também mostrou-se eficaz em distinguir os ladrares em seus contextos específicos, como ladrares de alerta ou de brincadeira.

    A Inteligência Artificial não só conseguiu identificar cães individuais e qual a sua raça com alta precisão, como também contextualizar os ladrares, demonstrando um avanço significativo na interpretação da comunicação canina. Este desenvolvimento pode transformar a maneira como entendemos e interagimos com os nossos animais de estimação.

    Apesar dos resultados promissores, os pesquisadores enfatizam a necessidade de expandir o estudo para incluir uma gama mais ampla de raças e contextos. Isso garantirá que os modelos de Inteligência Artificial possam generalizar de maneira eficaz para diferentes populações de cães.

    Inteligência Artificial decifra ladrar dos cães
    Fonte: Executive Digest

    Coloque aqui o seu comentário

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Latest Posts

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img

    Assine a nossa newsletter

    para ser atualizado com todas as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.