Segunda-feira, Julho 22, 2024
Mais

    Artigos Recentes

    Família acolhe cão e este salva-a de um incêndio

    Cris Cushna e Sheila Janes estavam em constante movimento com a família o que impedia de adotarem um animal permanentemente. Mas foi aí que surgiu a ideia, e a família acolhe cão temporariamente. A associação de Portsmouth Humane Society, no New Hampshire (EUA), permite às famílias escolher um animal patudo para passar um tempo indeterminado com as famílias.

    A iniciativa chama-se “Paws Around PTown” em que as pessoas podem ir ao abrigo e a família acolhe cão, para adotar pelo tempo que a pessoa quer, podendo ser por umas horas ou até por um mês inteiro. Este conceito procura aliviar o trabalho dos funcionários e ainda a melhorar os níveis de sociabilidade dos patudos facilitando mais tarde a adoção.

    Sheila, de 49 anos, em conjunto com os seus filhos, Logan, 12, Anya, 10 e a sua neta Luna, 8, escolheram o cão que queriam que os acompanha-se nesta aventura, onde viviam num barco há três meses. Segundo Sheila, “Todos concordámos que seria o Moose. Ele estava na última boxe e tinha o focinho mais gentil de sempre”.

    O Cão de Montanha dos Pirenéus, de 8 anos, conquistou desde cedo os corações da família. Para Chris, o pai da família, “Pensámos: ‘Este cão é encantador. Se o apresentarmos a outras pessoas, de certeza que vai encontrar uma casa definitiva’”. O que seria só uma noite de adoção, passou a duas, e essa decisão acabaria por salvar a vida da família.

    Família acolhe cão e este salva-a de um incêndio

    Moose acabou por acordar toda a família, na manhã seguinte, sobressaltado a ladrar sem parar para obter a atenção da família. Quando finalmente a família acordou reparou que chamas invadiam o barco do vizinho. Moose começou por alertar o quarto dos miúdo, que não lhe ligaram nenhuma por ser de manhã cedo, no entanto, após tanta insistência, lá cederam e repararam que tinham de sair do barco.

    Após acordarem, os miudos alertaram os seus pais que relatam “Aquilo estava fora de controlo. Se o Moose não nos tivesse acordado, tínhamos sido acordados pelas chamas a caírem do telhado”.

    Graças a Moose a família sobreviveu sem um único arranhão ou queimadura, apenas um susto. Já o barco ficou reduzido a cinzas.

    Sheila decidiu divulgar o salvamento com a associação, para que pudesse ajudar a facilitar Moose a encontrar uma família.

    Ciara Hill não conseguiu ficar indiferente à história e foi buscá-lo à associação para uma recompensa pelo seu ato heroico. Após um belo churrasco, uma família acolhe cão, onde está há um mês, feliz da vida.

    Fonte: PiT

    Coloque aqui o seu comentário

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Latest Posts

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img

    Assine a nossa newsletter

    para ser atualizado com todas as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.