Segunda-feira, Junho 17, 2024
Mais

    Artigos Recentes

    Australiano e cadela sobrevivem dois meses à deriva

    Tim Shaddock acabou por ficar sozinho com a sua cadela Bella, após o seu catamarã avariar devido a uma tempestade. O australiano e cadela sobreviveram dois meses sozinhos relembrando a cena do filme “Cast Away – O Naúfrago”.

    Ambos foram encontrados no Oceano Pacífico, depois de dois meses à deriva. O australiano e cadela mantiveram-se à base de peixe cru e a beber água da chuva, tendo sido encontrados por acaso por um helicóptero, da rede televisão australiana 9News, que acompanhava uma traineira de atum.

    O homem de 51 anos e a sua melhor amiga de 4 patas, partiram de La Paz, México, em abril, com destino à Polinésia Francesa. No entanto, tudo foi por água abaixo, quando passado algumas semanas foram atingidos por uma forte tempestade ficando sem sistema eletrónico no barco.

    O australiano e cadela sobreviveram com equipamento de pesca e material de primeiros socorros. Shaddock é engenheiro informático na reforma que gosta de se aventurar a velejar e a caminhar nas florestas. Segundo este, após esta experiência no mar, “Só preciso de descansar e de boa comida, porque estive sozinho no mar durante muito tempo. De resto, estou de muito boa saúde”.

    Australiano e cadela sobrevivem dois meses à deriva

    A sua patuda companheira também se encontra saudável e terá sido um grande fator para a sobrevivência de Shaddock. Segundo o especialista Mike Tripton, “Eu acho que ele ter a cadela com ele o ajudou muito a não estar completamente isolado. Penso que isso pode ter feito a diferença”.

    Apesar de tudo o Australiano encontra-se em excelente forma física. “Tim sabia, que durante o calor do dia é preciso proteger-se porque a última coisa que se quer quando se está em perigo de ficar desidratado é estar a suar”, acrescentou o especialista.

    Culminando tudo, está a disciplina a nível psicológico. Este é um fator fundamental para a sobrevivência. A atitude mental positiva é importante para ultrapassar um desafio como este.

    Esta não foi a primeira vez que Tim enfrentou uma dieta complicada. 20 anos atrás, após diagnosticado com cancro no intestino, o australiano venceu a batalha através de períodos de jejum e uma dieta à base de alimentos crus, semelhante ao regime alimentar que levou naqueles dois meses.

    Australiano e cadela sobrevivem dois meses à deriva
    Fonte: Observador

    Coloque aqui o seu comentário

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Latest Posts

    spot_imgspot_img
    spot_imgspot_img

    Assine a nossa newsletter

    para ser atualizado com todas as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.